Bordados Poéticos

Roda-oficina de desenho para bordado

Através de uma feliz parceria entre Instituto Silo Cultural, o Ponto de Leitura Bordados Poéticos realizou no dia 15 de novembro uma roda-oficina de desenho para bordado. Ministrada pelo professor, músico e artista plástico José Andreas, esse encontro contou com 10 bordadeiras que aprenderam técnicas de passar o desenho para o pano, para depois bordar. Como de costume, essa roda também teve leitura de textos. Um deles foi este lindo poema de Manoel de Barros:

As lições de R.Q.
Aprendi com Rômulo Quiroga (um pintor boliviano):
A expressão reta não sonha.
Não use o traço acostumado.
A força de um artista vem das suas derrotas.
Só a alma atormentada pode trazer para a voz um
formato de pássaro.
Arte não tem pensa:
O olho vê, a lembrança revê, e a imaginação transvê.
É preciso transver o mundo.
Isto seja:
Deus deu a forma. Os artistas desformam.
É preciso desformar o mundo:
Tirar da natureza as naturalidades.
Fazer cavalo verde, por exemplo.
Fazer noiva camponesa voar – como em Chagall.
Agora é só puxar o alarme do silêncio que eu saio por
aí a desformar.
Até já inventei mulher de 7 peitos para fazer vaginação
comigo.
(BARROS, Manoel de. Livro sobre Nada. Rio de Janeiro: Record, 1996)

Anúncios
Essa publicação foi escrita por anechaos e publicada em 1 de dezembro de 2014 às 9:13. Está arquivada em Uncategorized e marcada , , , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: